Nomes para o bebê


Recentemente tive a melhor notícia do mundo: serei pai. Sim, meus amados leitores, o(a) futuro(a) herdeiro(a) dos meus trocadilhos e crônicas está chegando para trazer felicidade extrema à minha vida e de minha esposa. Tudo é muito novo, tudo é muito lindo, mas certas coisas precisam ser discutidas nessa fase, entre elas o nome. Creio que a maioria das pessoas começa a decidir após descobrir o sexo, mas é sempre bom conversar sobre nomes de preferência, tanto para meninos como para meninas. Algumas coisas acabam sendo levadas em consideração como não ser um nome de alguém muito próximo (família, amigos), não ser um nome que tenha sentido negativo, ser algo que agrade ambos, ter uma sonoridade forte e agradável e que não seja motivo de chacota (facebookerson, roleston, waldisney).
Além de todos os critérios, eu, como Rei do Trocadilho, precisava analisar se o nome é passível de trocadilhos infâmes. O bullying é algo muito sério e, como especialista no assunto (trocadilho), devo fazer uma pesquisa minuciosa para dificultar ao extremo as chances de meu pimpolho ou princesinha sofrer gozações na escola.
Meu primeiro passo natural foi levantar os nomes mais populares de bebês e logo cheguei a um site que enumerava os 10 nomes, masculinos e femininos, mais registrados em 2013. E comecei o exercício.

Nomes Masculinos

Miguel - Sentou no formigueiro e virou formiguel? Pra ajeitar o cabelo usa migel? Você é mais que um amigo, é um amiguel. Chega.
Davi - Coitado. Já imagino um espírito de porco dizendo: Davi, você dá que eu vi. Ou brincando com a música do Daniel: davi davi davida, que seja do jeito que fooooorrr. Nunca.
Arthur - Vai querer xavecar uma mulher e dizer: meu nome é Arthur, mas pode me chamar de Thur porque o Ar eu perdi ao te ver, sua linda. Não.
Gabriel - Gaybriel? Lady Gagabriel? Para por aqui.
Pedro - Vão falar que Pedro se apaixonou por uma pedra. Tá fora.
Lucas - Quando ele for fazer uma prova de inglês, vão falar pra ele: Goood Lucas. Sem chance.
Matheus - Sua mãe é a mamatheus? Gosta de estudar Matheusmática? Melhor não.
Bernardo - Se seu pai fosse o Pedro Bial, você seria o BBBernardo. Próximo.
Rafael - Imagino no bar: E aí Rafa, vamos tomar cerveja, quer uma garRafa? Ou alguém falando que de tão loser ele é o RaFAIL. Não suportaria.
Guilherme - E as sugestões de abrir lojas. Lojas de afiação de metais, Gui Lhotina. Ou de instrumentos de corda, Gui Tarra. Vamos tentar mulheres.

Nomes Femininos

Sofhia - Você sofhia abusos quando criança? Shit!
Julia - Imagino um menino sacana chegando: Júlia, eu agosto de você. Cacildis.
Alice - Seria um problema na hora de pedir pizza. Ou se ela fosse muito fria seria chamada de All Ice. Ferrou.
Manuela - Manuela, foi pra cela (com o swing de Ed Motta). Sem mais.
Isabella - A Isabella e a Isafera. Sem mais II.
Maria Eduarda - Quando bebê, ao invés de gugu dadá você falava dudu dadá? Não quero.
Giovanna - Se tiver orelha de abano, fatalmente será Topo Gigiovanna. Nem a pau.
Valentina - Valentina, Valentina, Valentina de Jesus. Valeu, tina! Covardina! Vá, lentina! Aceita um vale, tina? Socorro!
Beatriz - Beatriz, Becantora, Bemodelo. Tá bom, né?
Luíza - Eternamente no Canadá.

É, vai ser uma longa discussão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O negão da piroca

Pombinha Manca

Pergunta indiscreta