24 horas


Pipipipipi…7 horas. Hora de acordar. Vou fazer exame de sangue antes do trabalho. Aliás, esse exame deveria ser feito há 3 meses atrás, mas o médico só tinha agenda essa semana para atender o meu convênio, a não ser que eu quisesse ser atendido no particular. Falando nisso, preciso separar o dinheiro para os exames que o meu plano de saúde não cobre. Já que o meu não é plus vip, tenho que arcar com certos custos. Bom, deixa eu acessar minha conta e ver como está a situação. Engraçado, essa tarifa não era para ser cobrada. Vou ligar no 0800 do banco. Ok, resolvido. Sorte que eu percebi, imagina se o banco erra, que seja por míseros centavos, nas contas de todos os milhões de correntistas e a maioria não percebe. Um baita lucro, hein? E falando em banco, o financiamento da minha casa consegui por uma taxa legal, mas o banco disse que só poderia praticar aquele valor se nós adquiríssemos alguns serviços. Falei que não era legal, mostrei a lei e a gerente simplesmente falou: todos os bancos praticam isso. Na maior cara de pau.
Ah, vou aproveitar e comprar os remédios que o doutor me receitou. Caramba, porque eles insistem em receitar o mais caro? E se você pergunta por um genérico, eles ficam ofendidos como se xingássemos as suas mães. O lobby dos laboratórios deve ser forte. Mas fazer o que, preciso comprar.
Nossa, demorou pra fazer o exame. Maior fila. Estou atrasado pro trabalho. E está o maior trânsito. Vou entrar aqui nessa contramão rapidinho pra cortar. Calma, FDP, não precisa ficar buzinando. Povo estressado! Hum, preciso parar na padaria e comprar algo pra comer, afinal, estava em jejum. Olha só, a  caixa querendo dar de esperta. Deu R$ 19,95 a conta, eu dei uma nota de R$ 20,00 e nada de troco. E assim vão aumentando o lucro. Que nojo. Tudo isso por tão pouco.
Beleza, só 15 minutos atrasado. Vamos trabalhar pra sustentar político corrupto e governo omisso. Falando em trabalho, consegui um freelance bem legal. Um amigo me indicou. Mas pra garantir a comissãozinha dele vou ter que embutir no valor do serviço. Mas o cliente nem vai perceber, tranquilo.
Lembrei que preciso sair um pouco antes do almoço. Muita coisa pra resolver. Pra começar, passar no cartório e autenticar um documento pra levar pra contadora. Como pode, cartório ganha dinheiro muito fácil. Pagamos pra pessoa carimbar e colocar um selo, absurdo. E tem documentos que custam uma verdadeira fortuna. Devia acabar isso.
Bom, agora uma passada no centro. saco, não tem lugar pra estacionar. Ah, vou parar aqui mesmo na porta dessa escola. Não começaram as aulas mesmo e é rapidinho. Ih, lá vem o flanelinha. Ficam intimidando a gente pra extorquir. A prefeitura devia ver isso. Bando de bandidos. Banco, banco, bancooo, achei. Preciso tirar dinheiro pro pedreiro que fez a reforma, bem nas coxas por sinal, no banheiro. Bom, pelo preço que estou pagando está muito bom. Hoje em dia esses caras estão viajando nos valores. Acham que são engenheiros.
Olha só, promoção de dvd's, 3 por R$ 10,00. Vou comprar agora. Nossa, na loja deve estar 10 vezes mais, sem noção. Nossa, preciso ver o problema na minha linha de celular. Simplesmente me tiraram alguns itens do plano. E o 3G é ridículo de lento. Ah, vai se fu%$#. O cara da loja falou para ligar na central, mas eu liguei e disseram para vir até a loja. Bando de incompetentes. Na hora de cobrar a fatura são extremamente dinâmicos. Que raiva. E ficamos de mãos atadas porque as outras operadoras são a mesma merda. É só ver no site de reclamações. As principais queixas são contra as empresas que oferecem serviços essenciais. E vai reclamar com quem? Com o governo? Faz me rir. Isso me lembrou a minha TV por assinatura. Pedi desconto, falaram que iam dar com alguns canais extras e um novo roteador. E na hora, cobraram o roteador, não deram o desconto e quando falei que queria cancelar a assinatura, vieram com um KO de multa de cancelamento. Revoltante.
Bom, hora de voltar ao trabalho. Cacildis, acabei de comprar esse carro, 0 km, e já tá dando problema na partida. Aliás, estão cada vez mais tirando itens do carro e cobrando como adicionais. Olha, difícil achar quem não quer tirar vantagem do outro, viu?
Caramba, trânsito até no almoço. Vai, desgraça, o sinal vai ficar vermelho. Foda-se, estou atrasado. Culpa desse lerdo. Não, não acredito no que estou vendo. Maior crise hídrica e essa gorda velha lavando calçada. "Ô sua vaca velha, acha que está sobrando água? Desliga essa merda". É isso aí, alguém tem que dar exemplo de cidadania.
Oba, fim de expediente, é hora de um happy-hour. Eu mereço. Nossa, R$ 10,00 a cerveja, que absurdo. E essa porção de croquete? R$ 35,00 e vem 12 micro salgados. Já foi bem mais servido. Bom, mas não vamos reclamar, vou é relaxar. Ah, não, o senhor, Sr. Garçom, é um fanfarrão. Caipirinha e porção de camarão? 3 cervejas a mais? Meu amigo, não tem otário aqui não. Pode refazer essa conta. Nunca mais volto aqui. Esses bares percebem que você bebeu umas a mais e aproveitam na conta. Quer saber, vou pra casa dormir. Mas antes vou ligar o Wase pra saber onde tem blitz e escapar. Não estou afim de cair no bafômetro.
Enfim, chegando em casa. Opa, tem um carinha suspeito rondando o bairro. Tem uma carinha de bandido, melhor dar uma volta antes de entrar. Ah, não, é só o vizinho. "Boa noite!".
É….eu sou parte de toda essa engrenagem….

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O negão da piroca

Sábio guru

Vaguinha difícil