Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

Vaguinha difícil

Imagem
Eu trabalho em um bairro bem requisitado de Campinas, onde ficam os bares, prédios comerciais chiques, lojas de griffe, restaurantes badalados e gente bonita (sou uma exceção). O problema que impede que meu trabalho seja todo este glamour é a hora de estacionar. Tem dias que achar uma vaga é pior que um parto de búfalo albino obeso saindo do útero de uma chihuahua virgem. E muitas vezes caio na tentação de parar em lugar que sei que é proibido, confiando na sorte e na proteção divina (sim, é errado, eu sei, mas depois que vi um carro sendo guinchado, parei com isso).
E hoje foi um desses dias de parar longe. Foram cerca de 20 minutos até achar. Confira a saga, minuto a minuto.
1” - Passo calmamente na rua do prédio onde trabalho, procurando aquela vaga abençoada por Deus e bonita por natureza. Nada.
2” - Tento o quarteirão seguinte, rindo da minha inocência em achar que todo dia uma vaga privilegiada estará aguardando por mim com tapete vermelho, buquê de flores e uma tulipa de cerve…

A eficiência nos 5 p's do marketing. (crônica retrô)

Poucos sabem, mas já fui um empreendedor do ramo de publicidade. Tive uma agência de propaganda juntamente com mais 1 sócio que, como eu, era da área de criação. O grande problema é que nossa pouca, para não dizer nenhuma, experiência em administrar provocou o fechamento da empresa em pouco mais de 2 anos de atividades. E vou tentar explicar o motivo disso através da análise dos 5 p’s do Marketing.
Produto – Nosso produto era publicidade, talvez o único ponto forte da agência. Problema é que tínhamos clientes provindos das catatumbas do inferno do mal gosto mercadológico e da terra infértil da ausência de recursos financeiros para viabilizar uma campanha eficiente. E não sei se pela nossa cara de trouxa ou por sermos iniciantes, atraíamos empresas falidas, ONGs malditas, espertalhões, novos empresários recém-saídos de um curso mequetrefe de 5 horas no Sebrae e Caça-Permutas. Resultado: Peças publicitárias com mais cores que o Restart na loja da Suvinil, maior quantidade de “profission…

Não vou colocar título, pois estou com vergonha.

Imagem
Dizem que quando você revela um segredo guardado a sete chaves, você ganha alguns anos de vida, tamanho o alívio. Pois bem, hoje vou soltar um daqueles bombásticos, mas que não aguentava mais manter preso dentro da minha memória. Era muita pressão, pessoas ameaçando usar isso contra mim, sendo subornado moralmente, enfim, eu precisava contar. 1, 2, 3 e....lá vai.
Muito antes de entrar para o time dos casados, vivia uma época de solteirice intensa. Algo meio anárquico e ateu mesmo. Sem pudores, sem regras, sem vergonha alheia. O que interessava era sair e não voltar no zero a zero. Só que, ao levar isso a sério, eu esquecia a qualidade e focava na quantidade. E a bebida era uma companheira inseparável neste jogo.
Só que isso começou a fugir do controle. Comecei a ficar conhecido como caçador de monstros, São Jorge e por aí vai. Era comum notar que pessoas estavam assustadas com meu nível. Era pegar uma “mulher” e logo se ouvia: “nossa senhora!”. E quando pessoas comuns usavam esses “…

Eu sou imprestável, o anti-herói da Marvel

Resolvi fazer uma música para o Titãs gravar, em homenagem à minha figura como pai de família:
Eu sou imprestável, o anti-herói da Marvel Não consigo arrumar o chuveiro
Nem ao menos, limpar o banheiro Vou recorrer ao marido de aluguel. Porra, isso é cruel
Minha esposa espera que eu arrume o fogão
Desencana, meu amor, eu não consigo, não Ela pede que eu leve o lixo na lixeira E eu só lembro na outra segunda-feira
No fim de semana tento ir pra cozinha Fazer um rango para minha filhinha Comida queimada, ligo no delivery Eu sou um merda, Deus me livre
Eu sou imprestável, o anti-herói da Marvel Não consigo nem arrumar a TV Não conte comigo, pode crer Vou recorrer ao marido de aluguel. Porra, isso é cruel
Se o telhado vazo eu chamo o eletricista
Se o micro-ondas queima eu ligo pra jardineiro Se quebro o dedo, marco o dentista Sou uma desgraça o ano inteiro
Que não é o que não pode ser Comigo nada pode ser
Não! Não pode ser! Quem é esse ser?
Ser ou não ser eu prefiro nem saber
Eu juro que tento fazer o meu melh…