Sábio guru

Semana passada ouvi uma piada que, mais que gargalhadas, me causou intriga. Antes de entrar no mérito polêmico da questão, vou contá-la para vocês, meus amados leitores.

"Dois amigos conversavam quando um deles perguntou se o outro já ouvira falar de um famoso ermitão, que vivia no cume de uma montanha andina, conhecido por sua memória infalível. O outro amigo, duvidando, resolveu tirar a história a limpo. Se deslocou até a montanha, foi ao encontro do Guru e, de bate pronto, questionou: É verdade essa história que tens uma grande memória?. Sim!, retrucou o guru. Então o que comestes no café da manhã de 4 de janeiro de 1913? Ovos, respondeu o guru, sem pestanejar. Nesta hora um terrível terremoto ocorreu e engoliu o sábio montanhês. 20 anos depois, o rapaz estava no Central Park, andando com seus netos, quando avistou o guru sentado. Surpreso, aproximou-se do ermitão e gritou: Nossa!! Mas, como? Fritos com bacon, afirmou o sábio."

Pois bem, de posse destas informações de cunho anedótico, tenho alguns questionamentos:

1 – Quem, em sã consciência, iria se deslocar ao cume de uma montanha perigosa tão somente para verificar a veracidade de uma lenda popular?

2 – Como o ermitão poderia provar que realmente comeu ovos no café da manhã? Ele poderia estar simplesmente blefando.

3 – Se realmente ele não era mais um charlatão, porque raios ele não estava na cidade? Estava se escondendo numa montanha para que?

4 – E quem não garante que ele não vive uma alimentação regrada, com ovos fritos e bacon toda manhã para atingir o nirvana?

5 – Como poderiam os dois sobreviverem a um terremoto a uma altitude de mais de 5 mil metros?

6 – Como um guru, que mora há mais de 90 anos no cume de uma montanha andina, vai parar no Central Park?

7 – Lógico que o sábio iria completar a pergunta feita há 20 anos. O fato foi muito marcante, com direito a terremoto, e certamente aquela pergunta ficou em sua memória.

8 – Se o rapaz lembrou do guru, ele também tem uma boa memória.

9 – Com tanta pergunta interessante para fazer, o que levou o jovem mancebo, depois de dias de viagem, frio, falta de ar, avalanches, etc., a questionar seu café da manhã?

10 – Por que estou questionando tudo isso?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O negão da piroca

Pombinha Manca