A dolorosa morte de um inseto inocente


Essa imagem me faz sentir um monstro. É um besourinho agonizando, segundos antes de morrer. Parece claramente que está suplicando aos céus pela misericórdia divina. Um derradeiro pai nosso, pedindo por mais uma chance entre nós. 

E tudo por um motivo pífio: fui tomar água, dei de cara com ele, não gostei de sua aparência e lhe dei uma chinelada certeira. Uma história bárbara de preconceito, intolerância e abuso de força. Sinto um nó na garganta cada vez que olho essa foto. 

E o que é mais grave: eu tive o sangue frio de registrar esse momento e postar aqui ao invés de tentar reanimá-la ou chamar por algum tipo de socorro. Sou mesmo muito Mau-ro. Perdão, pobre inseto, e descanse em paz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O negão da piroca

Sábio guru

Vaguinha difícil