Quebrando o gelo



Ontem o que parecia uma operação simples tornou-se uma aventura complexa. A missão? Colocar 2 pedras de gelo no copo. Fácil, não? Pelo contrário.

Abri o congelador e peguei a forma. Até aí, com maestria e sagacidade. Olhei e havia apenas 6 cubos de gelo espalhados dessa forma: 1 em uma ponta, 2 nas fileiras iniciais, 1 no meio, 1 nas fileiras finais e 1 na outra ponta.

Realizando um cálculo rápido, constatei que o melhor seria pegar os 2 da ponta. Dei aquela torcida na forma e...vlapt...o do meio caiu no chão. Bom, acho que ele já deveria estar solto.

Dei, então, uns soquinhos nos 2 da ponta, mas com a forma virada para cima. E nada deles desgrudarem. Bati com a forma na pia e...zagaploft....o cubo de uma das fileiras caiu dentro da pia que não estava muito limpa.

Aquilo já estava me deixando desconfortável emocionalmente. Precisava quebrar o gelo, nos 2 sentidos. Pensei...pensei...claro, vou virar a forma com os 2 gelos apontados pro copo e pressionar. Nada. Taquei a unha lá dentro pra tirar e o gelo parecia soldado na forma. Pensei mais um pouco....meu Deus, é óbvio, vou jogar água pra descolar.

Joguei e .....patacluft....uma pedra descola direto para o ralo. De raiva, bati com a forma na pia. Mais um gelo pro chão. "Burro, como você é burro!", pensei. Aquilo já parecia um desenho do Pato Donald e eu estava ficando nervoso como ele.

Só sobraram 2 gelos. Justamente os que precisava. Tinha que ser certeiro na estratégia. E rápido, senão derreteriam. Tenho certeza que a essa hora da leitura vocês já devem ter trocentas alternativas menos estúpidas do que as que pratiquei. Mas eu estava cego de raiva. Eu tenho essa fraqueza na vida, não sei tirar gelo da forma.

Mas Papai do céu ficou sensibilizado e, num passe de mágica, soltou os gelos. Eu só virei a forma e eles saíram, como 2 floquinhos de neve fofinhos deslizando em uma pétala macia de orquídea em um campo austríaco durante a primavera de 1955.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O negão da piroca

Pombinha Manca

Pergunta indiscreta