A Bela e a Fera da era moderna


Conto de fadas da era moderna.
Hoje, na fila do caixa eletrônico, 2 pessoas estavam na minha frente: uma senhora distinta, bem elegante e de fino trato. Daquelas que não dispensa o bom gosto nem mesmo para ir à feira. Logo atrás, um senhor maltrapilho, com rego de fora e visivelmente gripado.
Até que ele deu um primeiro espirro, daqueles capazes de acionar um alarme nuclear, seguido de uma fungada de nariz para sugar o muco que ameaçava escapar. A mulher imediatamente olha para o senhor com desprezo e nojo.
Segundos depois, outro espirro, ainda mais alto e devastador. Sem chances para uma eventual fungada. A mulher não se aguenta:
- Nossa, que deselegante. Tenha modos!
E ele rebate
- Porra (rrrr huffff raaa - limpando os restos mortais), o que você quer que eu faça?
Tudo parecia resolvido até que a história teve uma reviravolta. A senhora estava no caixa ao meu lado e o senhor se aproximou. E a senhora disse:
- Querido, você precisa tratar essa gripe.
- Vou ver isso, amor.
Sim, os 2 formavam um casal. A Bela e a Fera.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O negão da piroca

Pombinha Manca

Pergunta indiscreta